Número total de visualizações de página

segunda-feira, maio 10, 2010

LAC: CASA DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO TÉCNICO DE JORNALISTAS

A Luanda Antena Comercial afirmou-se ao longo dos 18 anos de existência como uma grande "escola" de formação on job e também receptáculo de jovens jornalistas talentosos vindos de outras emissoras, sobretudo das províncias.

A Rádio Comercial de Cabinda já forneceu à LAC Pedro Menezes (falecido) e Paulo Duda (actualmente na Tv Zimbo). A emissora do Lobito "deu" à 95.5 FM Adelina (Quieza) Silvestre e, procedentes do Lubango, a LAC teve  Horvanda Andrade, José Kundi (Tpa) e Norberto Abias (Tv Zimbo). Antes tinha ingressado na LAC, vinda do Huambo, a Carla Castelo Branco (Fany).

Em 1997 a emissora teve uma ousada aposta no forjamento de novos talentos saídos do então curso de jornalismo do Instituto Médio de Economia de Luanda (IMEL), tendo, de uma "fornália" de 25 candidatos submetidos a teste e estágio, despontado nomes como: Luciano Canhanga, José de Assunção, Franscisca Pacavira, Rossana Miranda (Tv Zimbo), Stela Marisa e Marlene Pinto Amaro (as duas últimas actualmente naTPA).

A esta experiência de formação on job seguiram-se outras que comnferiram profissionalismo a Raúl Bias Van-Dúnem, Mateus Gaspar (TV Zimbo), Manuel José, Eurico Kabanga, Sheila Kanumbila, entre outros, também formados numa "escola" que antes dera igualmnte "nome" a Joanine Arriscado, Mário Guerra, Niki Menezes, etc.

Infelizmente, a dinâmica do mercado tem feito da LAC uma porta de passagem para outros "voos" profissionais de jovens jornalistas com outras ambições académicas e laborais, fazendo dela, hoje, uma casa com poucas estrelas ou menos do que devia ter.

Obs: Texto aberto a contribuições .

Sem comentários: