Número total de visualizações de página

domingo, dezembro 27, 2009

MARKETING AMBULANTE

_“Com licença família, bom dia! A empresa vai fazer uma pequena revisão”.
Os passageiros pensam num fiscal da transportadora ou da autoridade de transportes de Luanda. Mas o intruso prossegue o discurso:
_"Está aqui o menthol para combater a gripe, ciúme, irritação na garganta, cansaço e até engarrafamento (estress)”.

Só assim os passageiros do autocarro privado que faz a rota 1º de Maio/Rocha Pinto se apercebem tratar-se de um ambulante, bem-falante e marketizando o seu pequeno negócio que na "brincadeira" ganha cada vez mais adesão. O pregão do ambulante, que aproveita o congestionamento do transito automóvel nas imediações do hipermercado Jumbo, na Avenida Deolinda Rodrigues, ganha consistência e aos poucos “despacha” o negócio.

Este grande “marketeiro” que nem sequer a 4ª classe possui, terá, na calada duma noite qualquer ou se calhar numa tarde de panelas vazias, estudado a melhor forma de angariar prosélitos para os seus reboçados . E é nos autocarros e taxis carregados de mulheres, no engarrafamento matinal ou vespertino, que encontra o seu nicho de vendas.

_ Vendedor como ele poucos haverá, desabafam satisfeitas as clientes, à saída do “comerciante”, levando consigo os últimos trocos: dez, cinquenta, cem ou duzentos kuanzas.

O clima parece agora estar mais ameno e com um novo motivo para comentários. Lá se foi o estress, pelo menos por alguns intantes.

Luciano Canhanga

1 comentário:

Florentino disse...

o mundo esta perder a força da comunicação ------ mais passo para falar Boas Fetas.......