Número total de visualizações de página

sábado, julho 01, 2017

RESPONSABILIDADE SOCIAL E MARKETING FUTURISTA


Uma dada indústria vocacionada à produção de água, sumos, refrigerantes, detergentes diversos e finalmente cerveja decide agregar ao seu marketing de resultados futuristas a já assinalável Responsabilidade Social Corporativa.



Entre várias façanhas de elevado mérito, decide apoiar crianças, adolescentes e jovens acolhidos por centros sociais. Tem o "pacote cervejeiro" como aquele que inspira maior investimento em termos de marketing imediato e mediato, dada a fasquia de mercado que as cervejeiras tradicionais ocupam e a renhida "batalha" que há entre as cervejeiras tradicionais do mercado, as emergentes e ainda as marcas internacionais, todas procurando conquistar os novos consumidores.



A indústria que elegemos como estudo, no âmbito da sua responsabilidade social corporativa,, trabalha com crianças, jovens e adolescentes. Responsáveis e técnicos têm metalizados os aspectos morais, éticos e legais de que não se deve publicitar explicitamente bebidas alcoólicas entre menores de idade. Porém, escolhe a "praça do tigre", que homenageia a sua marca cervejeira, para uma palestra orientada por um escritor que aborda "a importância da leitura e do domínio das línguas para o sucesso escolar e desenvolvimento intelectual".



Na "praça" onde os produtos líquidos bebíveis pleiteiam espaço é a alcoólica que mais invade os olhos. Mas dela não se fala, senão no final da aplaudida e concorrida palestra.

Perante refrigeradores repletos de bebidas sortidas, as crianças e adolescentes quase se perdem no exercício de fazer gosto à sede e ao paladar. Mas a coordenadora da actividade solta a voz e aconselha:



- Bebam tudo, menos cerveja.

- Sim. Não bebam cerveja. Há tempo para tudo. Não tenham pressa. Desfrutem. Sem olhos para o álcool. - Acrescentou o palestrante, também ele atendo e preocupado.


Talvez contrariados, talvez não, os mais crescidos. Mas todos acataram e declararam "guerra à água que era pura, aos refrigerantes e aos sumos. Os dentes também tiveram trabalho para triturar os docinhos e salgadinhos. Depois, foram apenas arrotos.



Propositado ou não, os homens do marketing sabem que devem investir em captar consumidores para hoje, amanhã e sempre. É por isso que oferecem águas, sumos e gasosas mas, quase sempre, mostrando a cerveja entre esses produtos. As crianças e adolescentes de hoje serão, com certeza, os destinatários da cerveja do amanhã. Por tal facto, agregam a responsabilidade social corporativa ao marketing de resultados futuristas.



SC: 22.04.2017

Sem comentários: