Número total de visualizações de página

domingo, abril 14, 2013

O QUE É "SOMONAR" NA CULTURA COKWE?

- kina ngu ku somona! (dança que eu te aplaudo [felicito] recompenso)!
Vejo pessoas a “somonar” na igreja, nos shows de músicos, nas pistas de dança, nas praças, etc.
“Somonar” (aportuguesamento do termo ku somona=aplaudir; agradecer; elogiar ou oferecer algo como recompensa em detrimento de;  felicitar, etc.) é um gesto que consiste no lançamento de flores; oferta de valores pecuniários ou outros objectos a quem esteja em palco, cantando ou dançando, ou que tenha ou esteja a fazer algo que agrade ao público.
 
Como reconhecimento do feito, os povos do leste/nordeste de Angola procedem à oferta/reconhecimento correspondente. Quando não se oferece um bem material, como tal, no mínimo a plateia faz gestos que simbolizam o jogar de oferendas ao palco ou ao recinto em que esteja o “artista”, como quem joga flores aos noivos.
A prática é generalizada, não se restringindo a locais específicos. Até na igreja, quando um coro ou alguém canta um hino que agrada, os fiéis se levantam para depositar ofertas no balaio da igreja ou as entregam pessoalmente ao(s) cantores/dançarinos. Outros gesticulam como se estivessem lançando flores. 
Sendo um facto intrínseco da cultura destes povos, o gesto  carece de uma descrição mais aturada, maior admiração, valorização e legação a novas gerações para a sua preservação e perpectuação.

Será que este texto pode ser "somonado"?

segunda-feira, abril 01, 2013

Poço comprar livros ou posso comprar livros?

 
Posso = forma do verbo poder, conjugado na primeira pessoa do tempo presente do modo indicativo.
- Eu posso escrever uma carta com correcção.
 
Poço = obra de captação de água subterrânea feita com o emprego de perfuratriz em um furo vertical; cavidade, cratera, buraco.
- O poço é da escola.

Será que posso retirar água daquele poço?